top of page
Buscar

Chuvas de granizo em novembro já atingiram 51 mil hectares de lavouras em Minas Gerais

Cerca de 7,4 mil produtores mineiros informaram que tiveram as propriedades atingidas pelo fenômeno.

Lavoura de café atingida por tempestades no Sul de Minas. imagem: Emater/Divulgação.


As chuvas de granizo registradas no início de novembro em Minas Gerais, principalmente nos dias 7 e 8, atingiram 51,2 mil hectares de lavouras. O levantamento feito pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG) mostra que 106 municípios relataram a ocorrência das chuvas no período.


Segundo o balanço da empresa, 7,4 mil produtores mineiros informaram que tiveram as propriedades atingidas pelo fenômeno, nas regiões Sul, Sudoeste, Zona da Mata, Metropolitana, Central, Centro-Oeste, Alto Paranaíba, Triângulo Mineiro e Noroeste.


As áreas com plantios de café do estado foram as mais atingidas pelas chuvas, com um total de 26,6 mil hectares. Os municípios de São Sebastião do Paraíso, Campos Gerais, Campestre e Nova Resende, todos no Sul/Sudoeste do estado, foram os que registraram as maiores áreas com ocorrência de granizo.


Nas culturas de grãos (soja, feijão 1ª safra e milho 1ª safra), foram 22,5 mil hectares com registro das chuvas. Sacramento (Alto Paranaíba), Passos (Sudoeste de Minas) e Bambuí (Centro-Oeste) foram os municípios com as maiores extensões de lavouras.


Além do café e dos grãos, o balanço da Emater-MG também mostrou que os plantios de hortaliças (908 hectares), citros (412 hectares), abacate (323 hectares) e outras frutas (233 hectares) também tiveram as áreas atingidas pelas chuvas do início do mês.


A Emater-MG informa que o balanço é relativo apenas às áreas atingidas e não significa que todas as lavouras foram perdidas, já que muitas delas poderão ser recuperadas.


O presidente da Emater-MG, Otávio Maia, participou nesta sexta-feira (11/11), em Alfenas, no Sul de Minas, de uma reunião de emergência organizada pela Frente Parlamentar do Café e do Consórcio Público para o Desenvolvimento do Café no Sul e Sudoeste de Minas (Concafé), para discutir impactos causados pelas chuvas de granizo que atingiram Minas Gerais esta semana.


O evento contou também com a presença de técnicos da empresa, aptos a orientar os produtores prejudicados na elaboração dos laudos, documento fundamental para solicitar crédito, prorrogação de débitos e outros benefícios.


Com informações de Emater.

campanha-Governo.jpg

ÚLTIMAS NOTÍCIAS!

bottom of page