top of page
Buscar

Convênio com o Consórcio Cistrisul traz base móvel do SAMU para Ibiá

Além de Ibiá, outras 26 cidades da Macrorregião de Saúde Triângulo do Sul, serão contempladas. Ao todo 781.789 pessoas serão beneficiadas.

Imagem: Prefeitura de Ibiá/Divulgação.


A Secretária Municipal de Saúde, Tânia Quintino, e o Secretário Municipal de Gabinete, Roger Roberto Medeiros, participaram de uma importante reunião com o Governador de Minas Gerais, Romeu Zema e com e o secretário de Estado de Saúde (SES-MG), o médico Fábio Baccheretti, em Uberaba. O objetivo do encontro foi assinar um convênio com o Consórcio Cistrisul, do qual Ibiá faz parte, para a implantação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) na macrorregião de Saúde Triângulo do Sul. Na região, apenas Uberaba conta com o Samu, que funciona sob gestão municipal. Com o convênio, no valor de R$ 18.452.424,31 repassados pelo Governo de Minas, o serviço vai atender 781.789 pessoas que vivem nas 27 cidades que integram a macrorregião.


Segundo Tânia Quintino, o convênio é de extrema importância para a população, pois permitirá que Ibiá tenha à disposição uma base móvel do SAMU para atender casos de urgência e emergência com maior agilidade. Para Tânia, essa conquista é resultado dos constantes esforços da Administração Municipal de Ibiá em melhorar o atendimento na área da saúde e, certamente, trará benefícios para toda a população.


O governador Romeu Zema destacou o efeito que o convênio deve trazer para os casos de urgência.

"Muitas vidas aqui da região serão salvas com a implantação desse Samu, já que o tempo de resposta é muito menor do que no atendimento convencional, inclusive com a possibilidade de uso de transporte aéreo”, disse Zema.

Ele lembrou ainda que essa ampliação do Samu integra o esforço do Estado para a interiorização dos serviços de saúde, para corrigir os vazios assistenciais ainda existentes e proporcionando, assim, um tratamento mais humanizado para a população, com procedimentos de maior complexidade incluídos.


"Com isso, a saúde de Minas fica mais fortalecida. Quem precisar de algum tratamento ou procedimento, cada vez vai viajar menos, de forma a não ter que recorrer à capital”, ressaltou Zema.

O propósito do Samu é chegar o mais rápido possível às pessoas que precisam de atendimento médico imediato, garantindo não só um transporte adequado de urgência para um serviço de saúde integrado ao Sistema Único de Saúde (SUS), mas também o atendimento precoce, que pode fazer toda a diferença para o desfecho da situação, conforme explicou Fábio Baccheretti.


"Esse serviço não é só uma ambulância regulada, mas uma ambulância com uma equipe de regulação que leva o paciente na hora certa - e para o local certo. É um grande avanço, especialmente para os municípios do entorno de Uberaba", analisou o Fábio Baccheretti.

O secretário ainda revelou que "o governador encomendou à SES-MG a universalização do Samu, para que todo mineiro pudesse pegar o telefone e discar 192 e ter uma ambulância à disposição para fazer o primeiro atendimento".


O Samu Regional será implementado em 17 municípios estrategicamente distribuídos na região, juntamente com uma Central de Regulação de Urgência em Uberaba, que contará com dezessete bases descentralizadas. Vinte e quatro ambulâncias serão adquiridas, sendo 19 do tipo USB e cinco do tipo USA, responsáveis pelo atendimento móvel de urgência em casos de pronto-atendimento e emergência, respectivamente. Atualmente, o Samu já se encontra em 86% das cidades em Minas Gerais e serve cerca de 13.863.448 habitantes, compreendendo 67,3% da população total do estado.


A previsão é de que o serviço entre em pleno funcionamento no período de um ano. A prefeita de Uberaba e presidente da Cistrisul, Elisa Ribeiro, afirmou que Uberaba é sede de macrorregião e comporta o grande desafio de atender a todos e que terá condições de salvar muitas vidas se estivermos bem estruturados.


Com informaçoes de Agência Minas e Prefeitura de Ibiá.

anuncio3458.jpg

ÚLTIMAS NOTÍCIAS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

bottom of page