top of page
Buscar

Covid-19: Triângulo do Sul progride para a onda amarela no Plano Minas Consciente

No momento, estado não tem nenhuma macrorregião na onda vermelha; Leste do Sul evolui para a verde.



Minas Gerais tem, atualmente, todas as macrorregiões nas ondas amarela e verde do plano Minas Consciente, devido à melhora nos indicadores da pandemia na última semana. Nesta quinta-feira (19/8), o Comitê Extraordinário Covid-19 aprovou a progressão da macro Triângulo do Sul, a única que ainda estava na onda vermelha, a mais restritiva do plano. Com isso, Triângulo do Sul agora se junta às macros Triângulo do Norte e Nordeste na onda amarela.


Neste mesmo cenário positivo, a macrorregião Leste do Sul deixou a onda amarela e evoluiu para a verde, fase menos restritiva do plano estadual. Também estão nesta classificação as macros Leste, Centro, Centro-Sul, Oeste, Sul, Sudeste, Vale do Aço, Jequitinhonha, Norte e Noroeste.


O secretário de Estado de Saúde, o médico Fábio Baccheretti, reforça que a aceleração da imunização é essencial para a melhora dos indicadores.

“Os números nos trazem boas notícias. Nossa expectativa é muito positiva com o aumento da vacinação agora em agosto, para que a gente não tenha nenhum revés em relação à pandemia”, observa.

As determinações do Comitê passam a valer a partir de sábado (21/8).


Vacinação

Nesta semana, Minas Gerais distribuiu para as Unidades Regionais de Saúde (URSs), na segunda-feira (16/8), 628.490 doses de vacina contra a covid-19 e, na quarta-feira (18/8), 947.810.


Segundo dados do Painel Vacinômetro apresentados nesta quinta-feira, mais de 11,5 milhões de pessoas já receberam a primeira dose, o que garante uma cobertura vacinal de 70,65% no estado.

Além disso, a cobertura de segunda dose e dose única aplicadas chega a 30,83%.


Variante Delta

O painel da evolução da covid-19 mostra que Minas Gerais já tem transmissão comunitária da variante Delta. O número, no entanto, ainda é baixo, de acordo com o secretário Fábio Baccheretti, embora a tendência seja de aumento.


Há 12 casos confirmados no estado, sendo cinco na macrorregião Centro, quatro na Sudeste, dois na Noroeste e um na macro Norte. Esse total corresponde a 0,4% das amostras mineiras. No país, 21% das amostras já indicam contaminação pela variante.


Além disso, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) analisa outros oito casos prováveis ligados à Delta.


A estratégia adotada pelo Comitê Extraordinário Covid-19 é de intensificar a vigilância em regiões limítrofes, que fazem divisa com outros estados, como a Leste do Sul e a Sudeste, que estão próximas do Rio de Janeiro, onde a variante está mais disseminada.


“Já temos transmissão comunitária dentro do estado, mas ela ainda está baixa. As medidas de prevenção para a variante Delta devem ser mantidas: uso de máscara, higiene das mãos e distanciamento social. É importante que a gente continue seguindo esses protocolos”, frisa o secretário.


Municípios que integram a região Triângulo Sul

Araxá, Água Comprida, Campo Florido, Campos Altos, Carneirinho, Comendador Gomes, Conceição das Alagoas, Conquista, Delta, Fronteira, Frutal, Ibiá, Itapagipe, Iturama, Limeira do Oeste, Pedrinópolis, Perdizes, Pirajuba, Planura, Pratinha, Sacramento, Santa Juliana, São Francisco de Sales, Tapira, Uberaba, União de Minas e Veríssimo.

anuncio3458.jpg

ÚLTIMAS NOTÍCIAS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

bottom of page