ÚLTIMAS NOTÍCIAS!

Buscar

Dois pacientes morrem após incêndio na Santa Casa de BH

Os óbitos foram confirmados pela assessoria de comunicação do hospital. Eles estavam internados com quadro clínico grave.

Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e SAMU atenderam a ocorrência. Foto: Redes Sociais/Divulgação.


A direção da Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte, confirmou na madrugada desta terça-feira (28), a morte de dois pacientes que estavam internados na instituição em estado grave. As mortes ocorreram durante a evacuação de pacientes do hospital, devido a um incêndio que atingiu o CTI, na noite desta segunda-feira (27). Os corpos foram removidos para o Instituto Médico Legal (IML).


O hospital não informou se os pacientes que morreram estavam no andar afetado pelo incêndio ou se as mortes ocorreram durante a evacuação do prédio. Segundo informações do hospital, o incêndio teria começado em um aparelho de oxigênio no décimo andar, onde ficam internados os pacientes do CTI.


Houve muita correria e desespero. Pacientes eram levados para a rua em macas e cadeiras de rodas. Todo o prédio precisou ser evacuado às pressas, e cerca de 50 pacientes tiveram que ser transferidos para outros hospitais públicos da região.


Ala do hospital ficou tomada pela fumaça. Foto: Redes Sociais/Divulgação.


Além do Corpo de Bombeiros, a ocorrência mobilizou equipes da Polícia Militar, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e da BHTrans.


"Esse incêndio se iniciou no 10º andar, onde funciona a UTI desse hospital e teria sido provocado, a princípio, devido a um vazamento de O₂ (oxigênio) combinado com a pane, um colapso de um determinado equipamento. Imediatamente, as equipes do Corpo de Bombeiros realizaram o combate ao incêndio e evacuaram todo o hospital, especialmente aquelas pessoas que poderiam ser evacuadas naquele momento. O incêndio já foi debelado e não existe risco", detalhou Aihara, porta-voz do Corpo de Bombeiros.

Ainda conforme Aihara, apenas um paciente precisou ser atendido em decorrência do incêndio. Trata-se de um paciente diagnosticado com insuficiência respiratória após ter aspirado fuligem. Ele foi atendido na própria Santa Casa e não apresenta risco de morte.


As causas das mortes dos pacientes serão melhores investigadas. Segundo o Corpo de Bombeiros, as duas vítimas não foram atingidas por queimaduras ou inalação de fumaça.

0 comentário