Buscar

Governo de Minas abre inscrições para cursos técnicos gratuitos voltados para estudantes

O programa foi intitulado como "Trilhas de Futuro", e vai ofertar vagas em 110 municípios. Inscrições poderão ser feitas a partir desta sexta-feira (20/8).



O Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado da Educação de Minas Gerais (SEE/MG), disponibiliza cursos técnicos gratuitos de formação profissional para alunos do ensino médio de escolas públicas e privadas. As inscrições começam nesta sexta-feira (20/8), e o início do curso está previsto para outubro.


Além das oportunidades de formação gratuitamente, o Programa Trilhas de Futuro fornecerá vale-transporte e vale-refeição para todos os alunos selecionados. Os cursos serão ministrados por instituições credenciadas em 110 municípios mineiros.


Podem candidatar-se as vagas alunos de escolas públicas e privadas que frequentam regularmente o ensino médio há 2 e 3 anos ou quaisquer alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) - ensino médio, bem como jovens que tenham concluído essa fase do ensino.


O programa vai oferecer cursos de enfermagem, mineração, vestuário, meio ambiente, redes de computadores, segurança do trabalho, marketing, mecânica, entre outros. Um diretório contendo todos os cursos oferecidos e as instituições e municípios que fazem parte do programa já está disponível e pode ser acessado no site www.trilhasdefuturo.mg.gov.br.


O Aluno que se interessar em se inscrever poderá utilizar o mesmo site, entre os dias 20 e 30 de agosto, para realizar sua inscrição.

De acordo com nota divulgada pelo governo mineiro, inicialmente serão oferecidas 40 mil vagas para cursos técnicos. No mínimo 70% da cota contratada devem ser destinadas a alunos do ensino médio que se matricularam regularmente na rede pública estadual, e as demais vagas aos jovens que se inscrevam em outras redes públicas e privadas e, posteriormente, aos jovens que se afastaram do ensino médio.

O governo também afirmou em comunicado que as cidades e cursos oferecidos são selecionados de acordo com as necessidades do setor produtivo e da rede estadual de ensino e de estudo em empregabilidade.


Um estudo sobre qual curso tem a maior demanda de empregabilidade em determinado município, foi realizado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese).


A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede) também fez um mapeamento com empresas mineiras que responderam a um questionário e apontaram suas demandas por mão de obra. Foi apresentado ainda um estudo de empresas que estão se instalando no estado com possível demanda de empregabilidade.

0 comentário

ÚLTIMAS NOTÍCIAS!

Anuncio_ief-4.jpg
Dá uma olhada no design que eu fiz no Canva!.png