top of page
Buscar

Homem é preso suspeito de prostituição de menores em Ibiá

Ele já havia sido indiciado anteriormente por manter casa de prostituição na cidade. Nesta quinta-feira (6) ele foi preso por favorecimento a prostituição e exploração sexual de menores.


Imagem: Polícia Civil de Ibiá/Divulgação


A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu, preventivamente, na manhã desta quinta-feira (6), um homem de 41 anos suspeito de submeter à prostituição duas adolescentes em Ibiá. Ele foi preso em sua residência após expedição de mandados de busca e apreensão, deferidos pelo juiz da Comarca de Ibiá. A prisão foi efetuada na casa em que o suspeito mantinha para realização de programas sexuais. Uma adolescente de 16 anos, natural de Montes Claros, foi encontrada no local, com suspeitas de ter sido recrutada para prostituição. No local a polícia também encontrou um casal que, supostamente, realizava programa sexual.


O suspeito que anteriormente já tinha sido indiciado por manter casa de prostituição, pode agora responder também por mais dois crimes, um deles está no Art. 218-B do Código Penal que é submeter, induzir ou atrair à prostituição ou outra forma de exploração sexual alguém menor de 18 anos, cuja a pena é reclusão de 4 a 10 anos. Se este crime é praticado com o fim de obter vantagem econômica, aplica-se também multa. O outro crime está no artigo 229, que é manter, por conta própria ou de terceiro, estabelecimento em que ocorra exploração sexual, haja, ou não, intuito de lucro ou mediação direta do proprietário ou gerente. A pena neste caso é reclusão de dois a cinco anos e multa.


Segundo o delegado da Polícia Civil Regional, Hugo Heisler, o inquérito policial foi devidamente concluído com cerca de 75 páginas e foi remetido para a Justiça Pública da Comarca de Ibiá. Ainda de acordo com o delegado, além do suspeito, foram ouvidas cinco testemunhas.


As duas adolescentes, após serem ouvidas pela Polícia e pelo Conselho Tutelar, foram entregues às suas famílias. O suspeito foi encaminhado para o presídio de Patos de Minas onde está à disposição da justiça.