ÚLTIMAS NOTÍCIAS!

Buscar

Homem mata primo de 11 meses e fere outras 4 pessoas da mesma família em Brumadinho

Segundo informou os familiares, dias antes de realizar o ataque, o homem teria ido ao mesmo local e disparado para o alto.


Enzo foi atingido por um dos disparos e morreu ates de receber atendimento médico.


Um bebê de 11 meses morreu e quatro jovens foram feridos por de disparos de arma de fogo feitos por um homem de 28 anos, primo das vítimas. O caso aconteceu na noite dessa terça-feira (23), no bairro Tijuco, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com o boletim de ocorrência, o homem, confessou o crime logo após ser preso. Ele é usuário de drogas e o ataque foi motivado por uma provável internação compulsória para tratamento do vício de drogas.


Segundo a Polícia Militar (PM), o homem chegou à casa da família no início da noite, em uma motocicleta vermelha. Ele parou em frente à residência e conversou, em tom de ameaça, com os primos. Eduardo teria dito: ‘Hoje vocês vão ver quem eu sou!’.

Após ameaçar os primos, o homem foi embora da casa e, logo depois, retornou ao local munido com uma arma de fogo. Ele atirou contra a prima, de 15 anos, que estava na porta de casa. Após o primeiro disparo as outras vítimas tentaram fugir para dentro do imóvel, mas foram perseguidos e baleadas. Um bebê de 11 meses e dois adolescentes de 14 anos foram atingidos.


O bebê Enzo Gabriel Ambrósio, que completaria 1 ano no mês de setembro, não resistiu e morreu no local.


Depois do ataque, o suspeito tentou fugir, mas foi surpreendido com a chegada de um outro primo, de 21 anos, que tentou jogar o carro em cima dele. O homem conseguiu desviar e ainda atirou no primo, que perdeu o controle do carro e bateu em um ponto de ônibus.


O criminoso tentou fugir a pé, mas foi localizado pela polícia. Ele confessou à polícia a autoria do crime e disse que os parentes queriam interná-lo, por isso os atacou. Uma arma foi apreendida com ele. Após averiguarem o sistema da justiça, militares comprovaram que o homem já tem outras passagens pela polícia.


Os jovens, de 14 e 15 anos, e o primo de 21, inicialmente, foram atendidos na UPA de Brumadinho e, depois, foram transferidos para no Hospital Regional em Betim. De acordo com o boletim médico, eles não correm risco de morrer.


O episódio deixou os familiares estarrecidos. Rosa Pinto, avó da criança, ficou com a lembrança o último sorriso do bebê.


“A mãe dele já estava com os 'trem' tudo pago para fazer a festinha dele de um aninho. Foi o último sorriso que ele me deu, me chamou de avó. É muito difícil essa dor. Eu quero justiça mesmo. Tirar a vida de uma criança de 11 meses é muito doloroso para uma mãe, para uma avó, para a família. A gente quer justiça!", disse inconformada.

Segundo informou os familiares, dias antes de realizar o ataque, o homem teria ido ao mesmo local e disparado para o alto.


A Polícia Civil está investigando o caso.

0 comentário