top of page
Buscar

Homem morre vítima de febre maculosa

Carrapato Estrela, transmissor da febre maculosa.

No último dia 24, o funcionário público, identificado apenas como W.L.D., morreu vítima de febre maculosa, doença grave que é transmitida pelo carrpato-estrela, infectado pela bactéria Rickettsia rickettsii, encontrada na maioria das vezes, em capivaras.


W.L.D. trabalhava no SAAE e estava internado há mais de 2 meses na Santa Casa de Patrocínio. O exame específico que comprova a doença é a “reação de imunofluorescência indireta” (RIFI), e demora muito a ficar pronto, por isso a doença só foi diagnosticada no início deste mês.


Ainda não se sabe o local exato onde a vítima contraiu a doença.


As capivaras são constantemente vistas nas margens do Rio Misericórdia, dentro do perímetro urbano de Ibiá. Para quem mora próximo ao rio, ou que sempre está frequentando essa área é muito importante ficar em alerta. A febre maculosa é transmitida após o inseto ficar em contato com a pele da pessoa por pelo menos quatro horas. Se o inseto infectado, não for retirado antes de completar este tempo, a vítima poderá contrair a doença que, infelizmente, tem uma alta taxa de letalidade.


Não existem vacinas contra a febre maculosa, mas a doença tem cura, desde que o tratamento com antibióticos específicos sejam introduzido nos primeiros dois ou três dias. O atraso no diagnóstico e, consequentemente, no início do tratamento pode provocar complicações graves, como o comprometimento do sistema nervoso central, dos rins e pulmões.


Recomendações (Por: Dr. Dráuzio Varela)


Evite o contato com carrapatos. Se, por acaso, estiver numa área em que eles possam existir, tome as seguintes precauções:

* Examine seu corpo cuidadosamente a cada três horas pelo menos, porque o carrapato-estrela transmite a bactéria responsável pela febre maculosa só depois de pelo menos quatro horas grudado na pele;

* Use roupas claras porque facilitam enxergar melhor os carrapatos;

* Coloque a barra das calças dentro das meias e calce botas de cano mais alto nas áreas que possam estar infestadas por carrapatos.

* Tenha cuidado ao retirar o carrapato que estiver grudado em sua pele;

* Não se esqueça de que os sintomas iniciais da febre maculosa são semelhantes aos de outras infecções e requerem assistência médica imediata. Esteja atento ao aparecimento dos sintomas comuns a vários tipos de infecção e procure um médico para diagnóstico diferencial. 

anuncio3458.jpg

ÚLTIMAS NOTÍCIAS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

bottom of page