top of page
Buscar

Ibiá confirma 123 casos ativos de coronavírus

Foram 23 infecções confirmadas nas últimas 24 horas.


A Prefeitura de Ibiá confirmou no fim da tarde desta terça-feira (12), através do boletim epidemiológico, que o município tem 123 casos ativos de covid-19. Dez pacientes estão internados em clínica médica, sendo que três deles recebem tratamento em UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) e as outras 113 estão cumprindo isolamento em suas residências. Somente no mês de janeiro a Secretaria Municipal de Ibiá contabilizou 191 novos casos de covid-19, o que proporciona uma média diária de 15,9 infecções.


Desde o início da pandemia, 692 pessoas tiveram teste positivo para a Covid-19, sendo que 7 pacientes não resistiram e morreram em decorrências da doença. No momento, 77 pessoas são consideradas suspeitas da doença, 75 estão isoladas em suas residências e 2 estão hospitalizadas.

Ao todo, 562 pessoas já se recuperaram da doença, número que representa 81,2% dos infectados.


Vacinação em Minas Gerais


De acordo com informações do governo de Minas, o estado já está preparado para receber a vacina e imunizar, gratuitamente, todos os mineiros. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, o Plano de Contingenciamento para Vacinação contra a Covid-19, já foi elaborado e está em execução há 4 meses. Neste preparo, o Estado adquiriu 50 milhões de seringas agulhadas e 671 câmaras refrigeradas para armazenamento dos imunizantes, que atenderão a 462 municípios, inicialmente.


O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Avante), citou a importância de a vacinação acontecer simultaneamente em nível nacional, de acordo com os parâmetros do Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde. De acordo com o governador, assim que a vacina for registrada, começara a imunização no estado.

“Só com o registro é que a vacina poderá ser disponibilizada. E toda essa disponibilidade vai ter prioridade federal. Por isso, estamos alinhados com o governo federal. O certo é que todo brasileiro, incluindo os mineiros, tenha acesso à vacina. Se uma vacina que ainda não foi homologada pela Anvisa vier a ser homologada, ela vai ser distribuída nacionalmente, inclusive para Minas Gerais”, disse o governador.

anuncio3458.jpg

ÚLTIMAS NOTÍCIAS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

bottom of page