top of page
Buscar

Machado arqueológico é apreendido em Ibiá

Imagem: MP/Divulgação

Depois de oito meses de investigações, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) conseguiu apreender dois instrumentos arqueológicos pré-históricos que estavam sendo ilegalmente oferecidos à venda pela internet. Um dos suspeitos, segundo o MP, é de Ibiá, no Alto Paranaíba.


Uma das investigações começou em 2012, com uma denúncia feita pela Sociedade de Arqueologia Brasileira e pelo Centro Nacional de Arqueologia do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) à Promotoria Estadual de Defesa do Patrimônio Cultural e Turístico de Minas Gerais. Os órgãos informaram que um cidadão da região do Alto Paranaíba estava oferecendo à venda, pela internet, um machado pré-histórico fabricado em pedra.


Então, com o apoio da Promotoria de Combate aos Crimes Cibernéticos, o responsável pelo anúncio foi identificado e a Promotoria de Justiça de Ibiá obteve mandado judicial de busca, que foi cumprido pela Polícia Civil, viabilizando a apreensão da peça. O machado, confeccionado em pedra polida, tem 20 centímetros de comprimento.


A legislação brasileira estabelece que os bens arqueológicos são protegidos em razão de seu valor cultural. Esses objetos são de propriedade da União e não podem ser comercializados, conforme a Lei n.º 3.924/1961.

FONTE: G1.COM

댓글


ÚLTIMAS NOTÍCIAS!

anuncio marsusi.jpeg

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

bottom of page