top of page
Buscar

Moradores de Ibiá reclamam da coleta de lixo



Alguns moradores de Ibiá estão insatisfeitos com os serviços de coleta de lixo prestados pela prefeitura, principalmente em dias que há jogo da Seleção Brasileira. Nesses dias, os serviços, que são considerados essenciais à população, são realizados apenas em meio período, deixando alguns locais até mesmo sem coleta. 



“É um absurdo, a gente paga a coleta pra ser realizada e simplesmente deixam o lixo em nossa porta por quase dois dias. Não temos culpa se é jogo do Brasil, acho que esse tipo de serviço tem que ser feito com prioridade. A Prefeitura tem que rever essa situação” comentou seu Sebastião, morador do bairro São Benedito.


Como a prefeitura não recolhe o lixo, os cães que vivem nas ruas da cidade, acabam rasgando os sacos plásticos e o lixo é espalhado por lotes e ruas. No dia seguinte, mais problemas, o lixo que fica pelas ruas não são recolhidos pelos lixeiros. Eles levam apenas o lixo que está em sacos plásticos.


“Esperamos que amanhã (dia de jogo da Seleção) os lixeiros possam recolher nosso lixo” disse uma moradora da Rua Sebastião Cândido da Silva.

Outro serviço que também está sendo questionado é a  limpeza dos logradouros. De acordo com os moradores o serviço funciona de forma precária em Ibiá, onde ruas e praças passam vários dias sem a devida limpeza. 



Os serviços de limpeza pública são essenciais à população e só podem ser interrompidos em condições muito especiais. O cidadão que se sentir prejudicado ou lesado pelo motivo da interrupção de qualquer serviço público, ou a sua má realização  poderá fazer uma denuncia junto ao Ministério Público. Em Ibiá a instituição funciona na Avenida Dr. Carlos Fulgêncio nº 430, ou acesse o portal de denúncias do Ministério Público de Minas Gerais clicando AQUI, e preencha o formulário.

SERVIÇOS DE SAÚDE TAMBÉM É ESSENCIAL

Lembrando que os serviços de saúde também devem ser mantidos funcionando normalmente. Em Ibiá é comum, durante pontos facultativos, os postos de saúde fecharem as portas, transferindo todo serviço de atendimento à Santa Casa de Ibiá que é o único hospital da cidade.

#Cidade #MeioAmbiente #Saúde