Buscar

Mulher é presa por divulgar blitz em grupos de WhatsApp em Minas Gerais

Crime aconteceu em Poços de Caldas/MG e se enquadra no Artigo 265 do Código Penal Brasileiro.



Uma mulher, de 25 anos, foi presa após compartilhar, em grupos de WhatsApp, informações sobre uma blitz que estava sendo realizada pela Polícia Militar na cidade de Poços de Caldas, no Sul de Minas. A mulher, que não teve o nome divulgado, começou a alertar usuários de dois grupos do aplicativo sobre a blitz que estava sendo realizada na Rua Goiânia, localizada no bairro Jardim dos Estados.


Segundo a Polícia Militar, como apurou o portal UOL, a situação foi identificada pois o fluxo de motocicletas passando pelo local da blitz diminuiu consideravelmente, até que uma pessoa alertou que estavam divulgando a ação da Polícia em grupos de aplicativos, no caso, o WhatsApp.


Os policiais responsáveis pela blitz conseguiram acesso ao número do telefone da mulher, e conseguiram identificar o nome completo e localizar o endereço da residência dela.


Com as informações em mãos, a Polícia Militar foi até a residência dela, executando a prisão em flagrante por infringir o Artigo 265 do Código Penal Brasileiro - Atentar contra a segurança ou o funcionamento de serviço de água, luz, força ou calor, ou qualquer outro de utilidade pública, o que se enquadra em alertar sobre blitz policiais para possíveis infratores. A infração pode resultar de 1 a 5 anos de prisão. Ela foi encaminhada para a delegacia de plantão de Poços de Caldas.



0 comentário

ÚLTIMAS NOTÍCIAS!

Anuncio_ief-4.jpg
Dá uma olhada no design que eu fiz no Canva!.png