Buscar

Mulher é suspeita de matar própria filha pra defender neta em Belo Horizonte

Mulher conta que sua neta sofria agressões da mãe e que a vítima morreu por acidente.


Imagem: Google


A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) está investigando a morte de uma mulher de 22 anos, que ocorreu na madrugada da última terça-feira (30), na Região Nordeste de Belo Horizonte. De acordo com publicação do Jornal Estado de Minas, uma mulher de 54 anos, contou aos policiais que na madrugada do dia 30 de março, a sua filha estaria espancando a neta. O motivo das agressões seria por causa da abstinência da mãe que tinha parado de consumir drogas durante a gravidez, mas teve uma recaída e se irritou com a filha que chorava e não dormia. Ela ainda disse que tentou interferir e impedir as agressões, momento em que as duas entraram em luta corporal. Segundo a senhora de 54 anos, a filha se desequilibrou e bateu a cabeça na quina de um sofá e perdeu a consciência.


O Resgate do Corpo de Bombeiros foi acionado e levou a mulher inconsciente para atendimento na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Norte, mas a mulher já chegou sem vida.


A Polícia Civil está apurando a versão contada pela avó de que a morte de sua filha foi acidental.


O caso é tratado, a princípio, como homicídio culposo, quando a morte não é premeditada.

0 comentário

ÚLTIMAS NOTÍCIAS!

Anuncio_ief-4.jpg
Dá uma olhada no design que eu fiz no Canva!.png