Buscar

OS ÚLTIMOS 15 MINUTOS


Estádio do Pacaembú, São Paulo, 07 de Junho de 2011, esta data vai ficar marcada no calendário esportivo mundial. Ronaldo Luíz Nazário de Lima, o nosso Fenômeno, joga os seus últimos 15 minutos com a camisa da Seleção Brasileira e se despede dos gramados.

Ronaldo superou várias contusões sérias, mesmo assim não desistiu. Uma de suas maiores superações foi antes da Copa de 2002. Ronaldo teve uma séria contusão quando jogava pela Internazionale de Milão, e a maioria dos médicos dava com certa o final de sua carreira. Mas Ronaldo surpreendeu a todos, recuperando-se desta contusão, sendo convocado para disputar a Copa de 2002, ajudando a levar a Seleção para o grande final e marcando os 2 gols da vitória do Brasil sobre a Alemanha se sagrando mais uma vez Campeão Mundial de Futebol.

A NAÇÃO BRASILEIRA AGRADECE: OBRIGADO RONALDO FENÔMENO!

De: Alexandre Sinato, Bruno Freitas e Thales Calipo Em São Paulo – Portal UOL

Ronaldo fez seu último jogo pela seleção sem marcar gols: não aproveitou nenhuma das três chances que teve. Ainda assim, sua participação em campo não foi nula. Muito acima do peso e vendo o time jogar em sua função na parte ofensiva, o Fenômeno chutou melhor que o badalado Neymar. E foi o único nome ovacionado antes, durante e depois dos 16 minutos em que ficou em campo.



Os números do Datafolha mostram que o ex-atacante, no quesito finalização, foi bastante participativo. Ele chutou três vezes a gol, sendo uma para fora. Neymar teve o mesmo número de tentativas, mas errou a direção em duas delas. Apenas Fred chutou mais que a dupla: três batidas para fora e só uma no gol, justamente quando deu a vitória por 1 a 0 sobre a Romênia.

A cada chance desperdiçada pelo Fenômeno, a torcida lamentava. Ele também parecia não acreditar que o pé estava tão descalibrado. O público não pôde festejar o que seria um gol histórico, mas também não se importou tanto.


No segundo tempo, com Ronaldo já substituído e a caminho de sua casa, os torcedores ficaram insatisfeitos com a atuação do time de Mano Menezes. E além das vaias, gritaram algumas vezes o nome do ex-atacante, pedindo seu retorno.

A euforia sobre o Fenômeno havia começado antes mesmo de ele entrar em campo. “Ronaldo vem aí e o bicho vai pegar”, embalaram os torcedores, repetindo o nome do camisa 9 seguidas vezes.

Ronaldo agradeceu o apoio que recebeu e ficou emocionado com a homenagem. Mas sua principal declaração foi o pedido de desculpas: “Desculpem, eu tive três chances de gol e não consegui marcar aqui, o que seria uma simples retribuição a tudo o que vocês fizeram por mim em toda a minha carreira. Muito obrigado.”

0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

ÚLTIMAS NOTÍCIAS!

Anuncio_ief-4.jpg
Dá uma olhada no design que eu fiz no Canva!.png