top of page
Buscar

População denuncia abandono de cemitério em Ibiá

Sujeira, túmulos quebrados, mato por toda parte, deixam o cemitério, mais antigo de Ibiá, com aspecto de abandono total. População pede explicação.


Moradores de Ibiá usam a internet para denunciar descaso da Prefeitura com o cemitério Santa Cruz, localizado na região central da cidade.  

Imagens do local, enviadas para nossa equipe, mostram restos de caixões jogados no chão, sepulturas quebradas e vegetação tomando conta de grande parte do cemitério.

De acordo com depoimentos de internautas na rede social Facebook, não existe zelador trabalhando no local e os coveiros trabalham de forma irregular, sem materiais de segurança e ferramentas adequadas.


Além do abandono, o local tem sido alvo de criminosos que aproveitam a ausência de zelador para furtar objetos dos túmulos.

Com tantos problemas, o sentimento das pessoas que visitam o local é de indignação e de muita tristeza.

 “É muito triste porque às vezes a gente vai sepultar um amigo ou até mesmo um parente próximo e o sentimento, que já é de tristeza e dor pela perda do ente querido, acaba se tornando ainda maior. Chegar ao local onde você vai fazer o sepultamento e deparar com uma situação dessas, de total descaso e abandono, é realmente muito triste”, comentou uma moradora do bairro Dona Maroca.


Tentamos falar com o responsável pelo cemitério, mas não conseguimos. Falamos com um funcionário da Prefeitura, que nos pediu pra não revelar seu nome, e ele nos contou que atualmente há poucos funcionários trabalhando na parte de manutenções, e que a prefeitura, para economizar recursos, reduziu a jornada de trabalho de muitos deles, fato que está prejudicando o desenvolvimento das tarefas diárias.

A equipe do Ibiá em foco apurou que, a jornada de trabalho de alguns setores da prefeitura foi reduzida de 8 para 6 horas diárias, não sendo possível afirmar se os funcionários que fazem a limpeza dos cemitérios, tiveram sua jornada alterada.

O espaço do Ibiá em Foco está aberto para que, qualquer pessoa ligada à administração de Ibiá, possa se manifestar a respeito do caso. Se interessar, pode enviar seu manifesto para: ibiaemfoco@gmail.com , que iremos publicar nessa mesma postagem.

VEJA MAIS FOTOS DO LOCAL









NOSSA OPINIÃO

Primeiro: não se pode deixar um local que já é triste por natureza, chegar a uma situação dessas. A prefeitura precisa tomar uma providência e muito rápido. Um local nessas condições, além de trazer mais tristeza para quem visita, pode se tornar um grande criadouro do mosquito transmissor da dengue.

Segundo: a cidade com tantos problemas e a Prefeitura toma uma decisão até questionável: reduzir a jornada de trabalho. Um método muito usado por administrações públicas, mas muito comum no final de ano, quando as contas estão arroxadas e o prefeito quer reduzir gastos como energia, combustíveis, para fechar o ano com mais folga. Se a Prefeitura de Ibiá tomou essa atitude em pleno mês de março é porque a situação está realmente muito grave.

Comentarios


ÚLTIMAS NOTÍCIAS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

bottom of page