top of page
Buscar

Portela emociona com enredo "Um defeito de cor", inspirado no livro homônimo da ibiaense Ana Maria Gonçalves

A escola contou a história da luta do povo negro através do enredo "Um defeito de cor", desenvolvido pelos carnavalescos André Rodrigues e Antônio Gonzaga.

Escritora Ana Maria Gonçalves, desfilando na Marquês de Sapucaí. Imagem: Tv Globo/Reprodução.

O desfile da icônica escola de samba Portela na Marquês de Sapucaí, durante a noite de ontem (12), no Carnaval carioca, trouxe à tona uma conexão emocionante com a cidade de Ibiá. Em um tributo poderoso à cultura e à história, o samba enredo escolhido pela agremiação foi inspirado na obra "Um defeito de cor", escrita pela talentosa ibiaense, Ana Maria Gonçalves.


A Portela encantou a Sapucaí com seu desfile carregado de axé e ancestralidade, ao contar a história da luta do povo negro através do enredo "Um defeito de cor", desenvolvido pelos carnavalescos André Rodrigues e Antônio Gonzaga.

Imagem: Tv Globo/Reprodução.

O desfile trouxe à tona figuras marcantes da história, como Luiza Mahin, mãe de Luiz Gama, e emocionou o público ao prestar homenagem às mães de vítimas da violência. Dezesseis mulheres, incluindo Marinete Franco, mãe da vereadora Marielle Franco, e Ana Paula Oliveira, mãe de Jhonata Oliveira, desfilaram no último carro, exibindo objetos que remetiam às memórias de seus filhos perdidos.


A participação das mães foi organizada pela coordenadora do Observatório das Favelas, Thaís Gomes, que ressaltou a incansável luta dessas mulheres por justiça e pelo fim da violência, em uma clara conexão com a personagem Luiza Mahin.

Imagem: Tv Globo/Reprodução.

Além disso, a Portela trouxe para a Avenida personalidades negras de destaque, desde o ministro da Igualdade Racial, Silvio de Almeida, até os renomados atores Tais Araújo e Lázaro Ramos. A presença marcante de Vilma Nascimento, baluarte da escola, também foi destacada, especialmente após ter sido vítima de discriminação racial em um aeroporto.


Com uma mensagem de resistência e celebração da cultura negra, a Portela reafirma seu papel histórico no Carnaval carioca, emocionando e inspirando a todos que assistiram ao seu desfile na Marquês de Sapucaí.

Commenti


ÚLTIMAS NOTÍCIAS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

bottom of page