top of page
Buscar

Prefeito cassado de Ibiá, distribui carta de esclarecimento a população de Ibiá


O prefeito eleito, nas últimas eleições municipais de Ibiá, Paulo Jibóia (PSDB), que posteriormente teve o registro de sua candidatura cassado, pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), distribuiu em toda cidade, uma “Carta Aberta ao Povo de Ibiá”, esclarecendo toda a situação em que se envolveu nos últimos acontecimentos políticos da cidade.


Em tom de despedida, Paulo lamenta a sua cassação e a rejeição do pedido de embargo feito por ele, junto ao STF (Superior Tribunal de Justiça).


Segundo Paulo o que aconteceu em Brasília foi uma injustiça.


“Foi uma injustiça o que fizeram comigo e com o povo de Ibiá. Tentar explicar o que aconteceu nas últimas eleições não é tarefa difícil, difícil seria confortar os 6.096 eleitores e adeptos que sonharam com uma cidade melhor e mais feliz. Pois na frieza de um tribunal não valem sentimentos, tão pouco lágrimas, e assim a vontade de um povo que sonhou foi destruída.”


Na carta, Paulo explica o motivo que levou a cassação do registro de sua candidatura.


“Os fatos aconteceram em 1993, quando prefeito pela segunda vez, que no intuito de ajudar o meu povo, celebrei convênio com a FUNASA (Fundo Nacional de Saúde) que traria o benefício de doar aos mais necessitados e às gestantes de Ibiá, leite em pó e óleo de soja. Só que, por motivos que até hoje desconheço, os quantitativos foram trocados e dessa forma tive minhas contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas.”


Ele ainda esclarece que foi vítima.


“Fomos vítimas de pessoas que nada representam ou fizeram para nossa cidade. Peço a vocês que reflitam sobre o que eu poderia fazer e o que essas pessoas farão.”


No final da carta, Paulo faz um agradecimento ao povo ibiaense.


“Tenho uma dívida de gratidão com vocês, meu povo, que jamais poderei pagar. Só tenho a agradecer pelo apoio e dedicação de todos vocês ao longo dos anos.”


Será o fim da “era” Paulo Jibóia em Ibiá?


Ainda não se sabe o futuro político de Ibiá. O prefeito em exercício, Hélio Silveira (PP), segundo colocado nas eleições passadas, está administrando a cidade sob efeito de uma liminar, concedida pelo TSE. Hélio é acusado de compra de votos e também irá enfrentar um julgamento no TSE nos próximos dias e se for condenado, os ibiaenses terão que voltar às urnas para escolher um novo prefeito.


anuncio3458.jpg

ÚLTIMAS NOTÍCIAS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

bottom of page