top of page
Buscar

Programa Siga Vivo bate recorde de público

Foto: Jornal Araxá

Sob a coordenação do deputado Bosco (PTdoB), Ibiá foi a sétima cidade a receber o Ciclo de Debates “Siga Vivo: pelo fim da violência no trânsito”. Com a presença de mais de 200 pessoas, e participação maciça de jovens estudantes, a terça-feira (26) foi intensa. Os palestrantes destacaram o aumento do número de ocorrências envolvendo condutores com pouca experiência, principalmente nas rodovias federais da região, em especial a BR-262.

Bosco, que preside a Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia – diretamente envolvida na realização do ciclo -, ressaltou a importância da realização do “Siga Vivo” no município, uma vez que se localiza no trecho da BR-262 que apresenta o maior índice de acidentes com vítimas fatais do Triângulo Mineiro. A esse respeito, o parlamentar comentou: “Só no ano passado, entre Luz e Araxá, tivemos 600 acidentes, com 40 vítimas fatais. E isso são só as vítimas falecidas no local. Os dados nem consideram as que morreram em hospitais depois. Então, sabemos que a violência no trânsito tem sido um problema preocupante”, destacou.

Após as palestras e painéis de profissionais e especialistas, foram registradas algumas sugestões para solucionar o problema dos acidentes de trânsito. Dentre elas, a execução de obras para a modernização das vias da cidade, com alargamento das ruas, muito estreitas para a atual necessidade de circulação dos carros, e a construção de lombadas de redução de velocidade nas portas das escolas.


Atuação marcante


Conhecedor dos problemas que afligem os moradores da região, o deputado Bosco tem se empenhado desde o início do mandato no legislativo estadual para que os problemas da violência no trânsito sejam sanados. Foi pensando nisso que o parlamentar se reuniu com o superintendente interino do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) em Minas Gerais, Álvaro Campos de Carvalho, pleitear a duplicação do trecho da BR-262 que liga Nova Serrana a Uberaba. 

“Com mais espaço, haverá um melhor fluxo, o que colaborará para a redução do número de acidentes”, comentou o deputado araxaense no encontro, em fevereiro.

Em maio, numa outra ocasião, mas ainda na tentativa de buscar alternativas que solucionem o problema da rodovia, o parlamentar requereu ao diretor geral do Dnit, general Jorge Ernesto Pinto Fraxe, e aosuperintendente do órgão em Minas Gerais, a instalação de radares eletrônicos nos pontos críticos da rodovia, compreendidos entre os quilômetros 501,5 e 723, que passa pelos municípios de Luz, Córrego Dantas, Campos Altos, Ibiá e Araxá. O deputado entende que essa é “uma ação paliativa, mas importante nesse momento em que as ações definitivas ainda são viabilizadas”.


Foi com todo esse empenho que ele conseguiu colocar Ibiá no centro das discussões, como uma das sedes do “Siga Vivo”. Compreendendo a importância do cidadão na construção dessas saídas, o parlamentar destacou: “Um assunto de tamanha importância, como esse, deve ser discutido com toda a sociedade, porque somente juntos poderemos viabilizar ações definitivas. É por isso que momentos como o experimentado em Ibiá são tão fundamentais”, concluiu.

Comments


ÚLTIMAS NOTÍCIAS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

bottom of page