Buscar

Rio Misericórdia transborda e invade área de recreação da fábrica Nestlé em Ibiá

Casas localizadas próximas ao rio também começam a ser atingidas pelas águas. Defesa Civil de Minas Gerais já foi notificada e monitora a situação.

Campo de futebol da fábrica foi inundado pelas águas. Foto: Facebook/Reprodução.


As intensas chuvas em várias partes do estado de Minas tem causados transtornos para a população. Varias cidades do estado já decretaram estado de emergência e calamidade pública em função dos alagamentos e prejuízos causados pelos temporais. Em Ibiá o Rio Misericórdia, que corta a cidade, já está acima do seu nível máximo. O rio transbordou e já começa a atingir áreas residenciais que se localizam próximo a sua margem. Casas do bairro Niterói e São João já estão sendo monitoradas por autoridades da cidade. Na manhã deste domingo (9), as águas do rio invadiram a área de recreação da fábrica Nestlé, causando alagamento no campo de futebol e no estacionamento da empresa. O vereador Paulinho Jiboia (PSDB), através de suas redes sociais, pediu para que as pessoas fiquem atentas e deem suporte as famílias que precisarem. Ele também se colocou a disposição para quem precisar de ajuda. A prefeita Marlene Aparecida de Souza Silva (PSDB), notificou a situação junto a Defesa Civil de Minas Gerais que já está monitorando a situação. Outras situações em Minas Gerais A Defesa Civil de Minas Gerais divulgou que 138 cidades mineiras estão em situação de emergência. Devido às chuvas seis pessoas já perderam suas vidas desde o início do período chuvoso no estado, em outubro de 2021. No momento 3.374 pessoas estão desabrigadas e outras 13.723 estão desalojadas no estado.

Cerca de seis estradas do estado estão interditadas devido a deslizamento de terras e inundações. Autoridades do estado como a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Militar Rodoviária de Minas Gerais emitiram notas pedindo para que as pessoas evitem viajar nesse período chuvoso. Em Tapiraí o Rio Perdição subiu mais de 10 metros e deixou mais de 20 famílias desalojadas. A entrada principal da cidade foi interditada depois que parte do pavimento cedeu com a força da água. Moradores da região sudoeste do estado foram alertados na noite deste domingo para deixarem suas casas devido ao alto risco de rompimento de uma barragem na Usina do Carioca. A mensagem diz que a evacuação deve ser feita por todas as famílias que residem na parte de baixo da usina. A área atinge moradores de Pará de Minas, Pitangui, Onça de Pitangui, São João de Cima, Casquilho de Baixo, Casquilho de Cima e Conceição do Pará.

0 comentário

ÚLTIMAS NOTÍCIAS!

Anuncio_ief-4.jpg
Dá uma olhada no design que eu fiz no Canva!.png