top of page
Buscar

Santa Casa de Ibiá suspende serviços por falta de dinheiro



Continua o drama na saúde pública em Ibiá. Essa semana, por falta de dinheiro, o único Hospital da cidade, suspendeu todos os serviços na parte eletiva.

O diretor clínico da Santa Casa, Frederico Lopes da Silva, disse que a subvenção enviada pela Prefeitura, somada a verba destinada pelo SUS, que totaliza em média, 280 mil reais mensais, é insuficiente para cobrir as despesas do hospital, que gira em torno de 400 mil reais.

No dia 12 de novembro, nove médicos, entre clínicos, pediatras e cirurgiões, suspenderam suas atividades devido ao atraso no pagamento de seus salários. De acordo com os médicos, a instituição deve 2 meses de salários, de responsabilidade da atual direção e mais 4 meses de obrigação da diretoria anterior. Os valores devidos aos médicos somam 430 mil reais.

Os serviços de urgência e emergência estão sendo realizados normalmente e os casos que necessitam de internação, o hospital solicita vagas em hospitais de cidades da região.

Pacientes de Ibiá estão procurando atendimento, por conta própria, em hospitais de cidades vizinhas, situação que tem causado muitos transtornos, pois quando informam que são moradores de Ibiá, os hospitais estão recusando o atendimento. Em algumas situações, até mesmo quando a Santa Casa envia o paciente para outras cidades, acaba esbarrando em algumas restrições e o paciente é redirecionado para outra cidade. No mês passado uma mulher grávida, quase deu a luz dentro da ambulância, a caminho de São Gotardo. Essa situação foi muito lamentada pela médica e também vereadora de Ibiá, Dra. Marlene Aparecida de Souza Silva. Ela disse, na reunião da Câmara de Vereadores do dia 17 de novembro, que São Gotardo e Araxá já não querem atender pacientes de Ibiá. 

Se sentindo muito triste com a situação, Marlene fez um apelo aos moradores de Ibiá.

“Eu quero falar pra toda população de Ibiá, pelo amor de Deus, está na hora de agir, está na hora de cobrar de quem está lá na administração, cuidando do dinheiro e está deixando esse descaso com a saúde.” 

O melhor que os pacientes de Ibiá tenham a fazer para evitar problemas em hospitais da região é procurar atendimento no Pronto Socorro de Ibiá. Se houver necessidade de internação, o próprio hospital, através de documentos, fará o encaminhamento para outras cidades. 

A previsão do diretor clínico da Santa Casa é que, ainda nesse mês, a situação no hospital volte à normalidade. Leia também Crise na saúde de Ibiá: Médicos decidem continuar em greve Médicos de Ibiá paralisam serviços em protesto por salários atrasados

NOSSA OPINIÃO

Tristeza. Esse é o sentimento de toda a população. O povo de Ibiá está consternado com toda essa situação.

Quando vai resolver? Essa pergunta está na boca de muita gente e até hoje não apareceu nenhuma solução.

Semana passada, uma reportagem do Jornal “O Tempo” de Belo Horizonte, trouxe uma matéria a respeito da situação da saúde em Ibiá e no final da matéria diz assim: “A reportagem tentou por três dias consecutivos contato com um representante da prefeitura, mas ninguém foi localizado para comentar o caso.

Onde será que estão os representantes da prefeitura? Porque o prefeito não se pronuncia a respeito do caso? Não se pode virar as costas para um problema tão grave como esse.

Só esperamos que o fim de ano do povo de Ibiá seja com mais dignidade.

#Cidade #Saúde