Buscar

Sobe para 44 o número de mortes em decorrência das chuvas em Minas


Em novo boletim divulgado na noite deste domingo (26), a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) informou que o número de mortes causadas pelas chuvas de quinta e sexta-feira em Minas Gerais subiu para 44 e outras 19 pessoas estão desaparecidas.

A cidade com maiores registros de óbitos continua sendo Belo Horizonte onde 14 pessoas perderam a vida. As demais mortes estão concentradas em 10 municípios da Zona da Mata.

A Defesa Civil Estadual ainda divulgou que, 17.241 pessoas tiveram que deixar suas casas sendo, 13.887 estão desalojadas e 3.354 desabrigadas.

Cinco pessoas de uma mesma família morreram no bairro Jardim Alvorada, região da Pampulha. Elas foram retiradas da casa pela Defesa Civil, antes da tempestade e alojadas em um abrigo, mas voltaram pra casa e na noite de sexta-feira aconteceu um desabamento e acabou vitimando as cinco pessoas.

De acordo com o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, os moradores precisam ficar atentos pois ainda há riscos de desmoronamentos na cidade.

O governador Romeu Zema (Novo) disse na manhã deste domingo (26), que a prioridade no momento é a ajuda humanitária. Ele ressaltou que obras emergenciais serão realizadas no estado assim que as condições do tempo melhorarem.

O Ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, informou que o governo federal vai agilizar medidas para que as pessoas atingidas pelas chuvas tenham a antecipação do Bolsa Família e do saque do FGTS.

#Geral #MinasGerais

0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

ÚLTIMAS NOTÍCIAS!

Anuncio_ief-4.jpg
Dá uma olhada no design que eu fiz no Canva!.png