top of page
Buscar

Trabalhador morre em incêndio que atingiu canavial em Ituiutaba

O trabalhador estava em um ônibus que foi surpreendido pelo fogo que atingiu o canavial. Outras 12 pessoas ficaram feridas, duas delas em estado grave.


Imagem: Corpo de Bombeiros (CBMMG)/Divulgação.


Um trabalhador morreu e outros 12 ficaram feridos após o ônibus em que estavam ser surpreendido por um incêndio de grandes proporções que atingiu um canavial. Os trabalhadores prestavam serviços para a empresa Ituiutaba Bioenergia.


O acidente ocorreu por volta das 16h30 deste sábado (28), na região rural do município de Ituiutaba, no Triângulo Mineiro. Os trabalhadores feridos foram resgatados por ambulâncias da Ituiutaba Bioenergia e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Ituiutaba.


Segundo o Corpo de Bombeiros, o veículo era ocupado por 16 pessoas que seguiam para a usina quando o vento levou o fogo, que queimava em uma vegetação próximo, para dentro do canavial. Em questões de minutos o fogo se alastrou pelo canavial cercando o ônibus, o que surpreendeu motorista e passageiros.


A densa fumaça diminuiu a visibilidade e as chamas assustaram os trabalhadores. Em pânico e totalmente desorientados, 13 passageiros desembarcaram do veículo e fugiram em meio à fumaça e ao fogo. Um homem, de 50 anos, não conseguiu sair da fumaça e morreu queimado. As outras 12 pessoas sofreram queimaduras, sendo que duas delas, ficaram com graves lesões. Eles receberam atendimento no local e em seguida foram levados para hospitais de cidades da região.


Os outros três funcionários e o motorista não saíram do veículo e a princípio, se molharam com água de uma garrafa que usavam no trabalho. Quando perceberam que não haveriam chances de sobreviver, saíram do ônibus que foi consumido pelo fogo. Com calma, eles seguiram por um local que já havia queimado e conseguiram escapar das chamas.


Militares de Ituiutaba, Uberlândia e Araguari estiveram no local do acidente, que fica na altura do km 800 da rodovia BR-365.


Em nota, a empresa Veronese, responsável pelo transporte dos funcionários e a usina Ituiutaba Bioenergia lamentaram o ocorrido e afirmaram estar "dando total apoio aos empregados e seus familiares".


Muitas dessas ocorrências possuem indícios de ação humana, evidenciando ações criminosas e passíveis de punição. Contudo, a identificação dos autores desses crimes é bastante complexa.


A Polícia Civil também esteve no local e abriu investigações para apurar as causas do acidente.