top of page
Buscar

Zema acompanha envio de ajuda humanitária para as regiões mais afetadas pelas chuvas

Dois caminhões carregados com cestas básicas, kits higiene, dormitório e limpeza saíram do galpão da Defesa Civil, em BH, para a Zona da Mata.


Imagem: Gil Leonardi/Imprensa MG.


O governador Romeu Zema esteve, na manhã desta segunda-feira (9/1), o galpão da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec-MG), em Belo Horizonte, onde ficam armazenados os produtos de ajuda humanitária destinado às vítimas das chuvas. Com a intensificação do período chuvoso, Zema acompanhou a distribuição dos produtos para as áreas mais afetadas. Dois caminhões estavam sendo carregados para levar diversos materiais para Cataguases e Muriaé, na Zona da Mata.


Acompanhado do coordenador do Cedec-MG, coronel Osvaldo de Souza Marques, o governador monitorou os estoques de kits higiene, dormitório e cestas básicas. Zema também vistoriou uma área onde ficam armazenadas telhas e outros itens de construção.


“Neste período de fortes chuvas, muitas regiões do estado estão sendo impactadas. Faço questão de acompanhar de perto a distribuição de produtos de maior importância para quem precisou deixar as residências ou que perdeu a sua casa, como água, colchões e kits de higiene. O trabalho desenvolvido pela Defesa Civil é para que nenhum mineiro fique desamparado”, afirmou.

Balanço Em Minas, são 131 municípios em situação de emergência, 1.935 pessoas estão desabrigadas e outras 10.662 pessoas desalojadas. Até o momento, foram confirmados 18 óbitos em decorrência das chuvas, segundo informações do Boletim da Defesa Civil, atualizado diariamente. Somente no último fim de semana foram quatro óbitos; na noite do dia 7, um idoso de 76 anos, em Santa Luzia; na madrugada do mesmo dia, um idoso de 61 anos, em Resende Costa; uma idosa de 74 anos, em Caratinga, na manhã do dia 8, e um homem de 23 anos, em Barbacena, na madrugada do dia 9. Há ainda o registro de um homem de 25 anos que está desaparecido em Antônio Dias, na região do Rio Doce. Alerta De acordo com o boletim da Defesa Civil, no início desta semana há previsão de muita chuva no Sul, Oeste e Triângulo Mineiro, com riscos de deslizamentos de encostas, aumento gradativo ou repentino do nível de rios, cachoeiras e reservatórios.