top of page
Buscar

Zema toma posse e assume o compromisso de intensificar avanços nos próximos quatro anos

Ao lado do vice, o governador disse que conta com os demais poderes para fazer uma gestão que torne a vida dos mineiros cada vez melhor.


Gil Leonardi / Imprensa MG


O governador Romeu Zema e o vice-governador Professor Mateus tomaram posse neste domingo (1/1), na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). Zema se mostrou otimista com o cenário de Minas Gerais para seu segundo mandato e também expressou o desejo de estreitar relações com os deputados estaduais, presentes na cerimônia juntamente com prefeitos, vereadores, secretários de Estado, políticos e autoridades.


“Após arrumar a casa e colocar o trem de Minas de novo nos trilhos, estamos prontos para fazer essa locomotiva acelerar. Com a experiência adquirida, agora em um cenário mais positivo de equilíbrio fiscal, meu compromisso é o de fazer nesses próximos quatro anos um governo muito melhor que o primeiro”, ressaltou Romeu Zema em seu pronunciamento na mesa do plenário da ALMG.

Ele celebrou o avanço de projetos como a retomada de obras dos hospitais regionais, a restauração das rodovias mineiras, o Rodoanel e o leilão do metrô da Região Metropolitana de Belo Horizonte e a economia que os produtores rurais obterão com o reconhecimento de Minas Gerais como área livre da febre aftosa, o que libera a obrigatoriedade de vacinação do gado e abertura do mercado internacional. “Com a mesma humildade que subi na tribuna desta Casa há quatro anos, aqui retorno para demonstrar que com trabalho, respeito ao dinheiro público, cortes de mordomias e escolhas de profissionais com competência técnica é possível, sim, fazer um governo diferente com o objetivo de transformar o Estado de maneira eficiente”.


Zema estabeleceu entre as prioridades da gestão que se inicia o acordo da tragédia de Mariana, “que dará finalmente uma justa reparação à população da bacia do Rio Doce atingida por esse desastre há mais de sete anos”, e lembrou do enfrentamento a outras adversidades, como a pandemia de covid-19, a condução da maior operação de vacinação da história de Minas e o rompimento da barragem de Brumadinho, logo em seu primeiro mês de mandato, em 2019.


Gil Leonardi / Imprensa MG


“Assumimos a responsabilidade de buscar uma justa reparação aos atingidos, uma justa compensação pelo impacto socioeconômico e ambiental provocado em todo o estado e de solucionar a crise de insegurança gerada por mais um rompimento de barragem de mineração de enormes proporções. Firmamos o maior acordo de reparação da história do Brasil, no valor de R$ 37 bilhões, e que já está dando resultados práticos”, disse Zema, lembrando ainda que aumentou a segurança dos empreendimentos minerários no estado com a implementação da Lei Mar de Lama Nunca Mais, em parceria com o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e a ALMG.


O governador enalteceu as melhorias nos indicadores econômicos, possibilitando que os servidores tenham voltado a receber seus salários em dia, com direito a recomposição inflacionária. “Pagamos R$ 30 bilhões em dívidas, inclusive com as prefeituras mineiras, que agora têm previsão para poder investir. Aumentamos a participação da economia mineira no PIB do Brasil de 8,8% para 9,3%, o melhor resultado em 20 anos, geramos mais de 630 mil empregos em quase quatro anos, atraímos mais de 270 bilhões de reais em investimentos. Seguiremos avançando em todas as áreas, fortalecendo os serviços públicos, a economia de Minas, para que eu possa realizar o meu sonho de chegar ao ponto de termos um emprego digno para cada mineiro”, projetou Romeu Zema.



Em seu pronunciamento, Zema lembrou que Minas Gerais virou o estado mais seguro do Brasil, de acordo com o Ministério da Justiça, além das as reformas de mais de 1.700 escolas, a retomada o pagamento do Piso Mineiro de Assistência Social, com incremento de mais de 50% do valor, as oportunidades profissionais para mais de 100 mil jovens cursando o programa Trilhas de Futuro, e os recursos expressivos para a realização de cirurgias eletivas e compromissos ambientais que o Estado firmou de maneira pioneira, “servindo de exemplo ao Brasil de que é possível um projeto político inovador, com compromisso fiscal, transparência e valorização da execução técnica, voltado exclusivamente para atender corretamente, de maneira honesta, justa e, principalmente, oferecer serviços com qualidade, respeitando os recursos pagos em tributos, proveniente do esforço e do trabalho de todos nós mineiros”, complementou o governador.


Para conseguir aprimorar a situação de Minas Gerais, a cooperação com os parlamentares também foi apontada como essencial pelo governador do Estado.


“É agora, percorrendo esse caminho, que podemos influenciar o futuro que deixaremos para os mineiros. A saída já ficou pra trás, é parte do passado. A chegada é uma meta. Mas a nossa travessia está em curso e ela será bem mais rápida e bem-sucedida se estivermos todos juntos, no mesmo barco, remando na mesma direção. Muitos dos desafios que enfrentaremos nesse novo governo só serão superados com o apoio desta Casa legislativa. Temos e teremos projetos importantes para destravar o desenvolvimento do estado. Como disse, estamos todos no mesmo barco, temos todos um mesmo objetivo. Por isso, conto com os senhores deputados e senhoras deputadas para atuarmos como um grande time que conduzirá Minas a um outro patamar. Essa é a principal meta do meu segundo governo. E podem contar também com o apoio do Executivo Estadual para discutir as pautas relevantes que surgirem do parlamento e que são fundamentais para essa evolução”, concluiu Romeu Zema.


Cerimônia

Gil Leonardi / Imprensa MG

Romeu Zema e Professor Mateus atravessaram o Hall das Bandeiras, onde estavam perfilados os Dragões da Inconfidência, e em seguida foram recepcionados por uma comissão de nove deputados, no Espaço Democrático José Aparecido de Oliveira. A reunião solene de Plenário foi aberta pelo vice-presidente da ALMG, o deputado Antonio Carlos Arantes. "A convivência harmônica e independente continuará sendo símbolo da nossa trajetória no interesse maior da nossa Minas Gerais", pontuou Arantes.


No Plenário, Romeu Zema e Professor Mateus foram saudados por cadetes da Polícia Militar, que empunhavam o espadim Tiradentes, que simboliza honra e dignidade. Após a execução do hino nacional, eles entregaram suas declarações de bens ao primeiro secretário da Casa, deputado Tadeu Martins Leite. A cerimônia prosseguiu com a leitura do compromisso constitucional e, seguindo os ritos, foi lido o termo de posse e assinado pelo governador e pelo vice, declarados então empossados pelo vice-presidente da Assembleia Legislativa.


Por: Agência Minas

anuncio3458.jpg

ÚLTIMAS NOTÍCIAS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

bottom of page