top of page
Buscar

Mulher encontra feto dentro da geladeira em Belo Horizonte

O corpo estava embrulhado dentro de um pacote entregue por uma vizinha.

Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoas (DHPP). Foto: Ernane Fiuza.


A Polícia Militar de Minas Gerais (PCMG), foi acionada por uma moradora da Rua Falcão, no bairro Marques Lisboa, na região do Barreiro em Belo Horizonte, após encontrar um feto dentro de um pacote que estava no freezer. A descoberta macabra aconteceu nesta terça-feira (30/11). Segundo a polícia, a mulher de 56 anos, contou que há mais de um ano, quando ainda morava em outra rua, na mesma região, foi procurada por uma vizinha a qual lhe pediu para guardar um 'pacote de carne', já que não tinha geladeira. A testemunha atendeu prontamente o pedido da vizinha e guardou o pacote em seu freezer. O tempo passou e a vizinha, identificada pela testemunha como 'Grazi', não buscou o objeto. Já morando no novo endereço a mulher disse que ao fazer a limpeza no freezer se deparou com um fato estranho. Ela visualizou um pequeno pé humano que estava à mostra no pacote que a vizinha mandou guardar. Assustada com a descoberta ela acionou a PM, que ao verificar o pacote encontrou um feto humano congelado. Ele estava dentro de sacos de lixo e enrolado em uma cinta. A perícia da Polícia Civil foi acionada e se fez presente no local. Após receber, por parte da testemunha, o número do telefone da suspeita, os policiais iniciaram as buscas.

Na tarde desta quarta-feira (1/12), após horas de investigações, a polícia conseguiu localizar a Grazi. Ela foi conduziu até a delegacia de polícia para prestar esclarecimentos sobre o caso. A delegada Letícia Gamboge, chefe do Departamento Estadual de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa da Polícia Civil, falou sobre o caso.

"Esta situação de infanticídio, homicídio ou aborto será esclarecida futuramente. O que se tem certeza é da ocultação do cadáver. A ocultação de cadáver é um crime permanente e, com isso, permite-se a autuação em flagrante delito mesmo transcorrido o tempo após a infração penal. Essa mulher encontra-se em situação de flagrante delito", explicou a delegada. Após exames realizados no Instituto Médico-Legal (IML) em Belo Horizonte, a Polícia Cívil informou que o feto é do sexo feminino. A idade dela, entretanto, ainda não foi identificada. A suspeita foi presa em flagrante acusada de ocultação de cadáver. Exames periciais vai determinar se ela responderá por outros crimes.

Comments


ÚLTIMAS NOTÍCIAS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

bottom of page