Buscar

Papa Francisco dispensa padre brasileiro suspeito de assediar monges em Minas

O religioso é suspeito de assediar e violentar sexualmente oito monges na cidade de Monte Sião.


Mosteiro Santíssima Trindade, em Monte Sião. Foto: Google/Reprodução


O Papa Francisco deciciu dispensar o padre brasiliero Ernani Maia dos Reis, que está sendo acusado de assediar e violentar sexualmente oito monges do Mosteiro Santíssima Trindade, em Monte Sião, em Minas Gerais. De acordo com relatos de testemunhas ao site "UOL", os ataques teriam ocorridos entre aos anos de 2011 e 2018. As vítimas tem entre 20 e 40 anos.


O desligamento do relogioso foi anunciado nesta sexta-feira (1º), pelo arcebispo de Pouso Alegre, dom José Luiz Majella Delgado.


Conforme Dom José Luiz, o pontífice dispensou o padre do celibato e de todas as demais obrigações inerentes ao estado clerical e decorrentes das Sagradas Ordens. Ainda conforme o arcebisbo, o padre já havia pedido afastamento da comunidade em 2018.


De acordo com testemunhas, o padre gostava de ser chamado de "pai" e oferecia "sessões de psicanálise" para ficar mais próximo das vítimas e praticar os ataques. Eles ainda relataram que eram obrigados a manter relações sexuais com o padre e ainda viajar com ele. Outras 11 pessoas disseram ter sido vítimas de assédio moral, por meio de humilhações e agressões verbais.


O Ministério Público de Minas Gerais solicitou que a Polícia Civil investigue as denúncias.


0 comentário

ÚLTIMAS NOTÍCIAS!

Anuncio_ief-4.jpg
Dá uma olhada no design que eu fiz no Canva!.png