top of page
Buscar

Deputado apresenta projeto para declarar o presidente Lula "persona non grata" em Minas Gerais

O projeto de autoria de Cristiano Caporezzo reforça o repúdio do povo mineiro a declarações que desrespeitem a parceria histórica entre Minas Gerais e Israel, valorizando o apoio israelense no desastre de Brumadinho.



O deputado estadual Cristiano Caporezzo (PL) surpreendeu a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) ao apresentar um projeto de lei que visa declarar o presidente Lula (PT) como "persona non grata" no estado. Segundo o deputado, a iniciativa surge em meio a tensões diplomáticas entre Brasil e Israel, agravadas pelas recentes declarações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que foram interpretadas como ofensivas pelo governo israelense e parte da comunidade internacional.


O projeto destaca que não tem a intenção de restringir direitos individuais, mas sim de expressar, de forma simbólica, o repúdio do povo mineiro às declarações que possam diminuir ou desrespeitar a parceria histórica entre Minas Gerais e Israel, especialmente considerando o apoio israelense no desastre de Brumadinho.


Caso seja aprovado, o projeto não acarretará em restrições de locomoção ou outras penalidades para o presidente Lula, mas permitirá que o Estado de Minas Gerais expresse sua posição diplomática e reconheça a solidariedade internacional e a Israel.


As declarações que motivaram o projeto ocorreram durante uma agenda do presidente Lula na Etiópia, onde ele comparou a situação do povo palestino, em função do conflito entre Israel e o grupo Hamas, à dos judeus perseguidos na Alemanha nazista por Adolf Hitler. Essas declarações geraram controvérsias e agora se refletem em um projeto de lei inédito na ALMG.

Kommentare


ÚLTIMAS NOTÍCIAS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

bottom of page